Make your own free website on Tripod.com
JSD - Núcleo Litoral do Porto
Início
Próximas actividades
Notícias
Ser militante da JSD
O que é o Núcleo Litoral do Porto da JSD?
Quem somos
Autarcas da JSD
Contacta-nos
Votações (NOVO)
Links
Ciclo de Conferências-Debate
Textos e documentos
Humor :)
Jogos
A estupidez dos portugueses

 

Somos estúpidos. Nós, portugueses. Pelo menos a maioria. Quem o disse foi o líder do PS, Ferro Rodrigues. Indirectamente.

A JS realizou um acampamento nacional. E Ferro Rodrigues abriu a boca. Asneira, para não variar. Deve ter sido dos ares.

Disse que o slogan da coligação PSD/CDS para as próximas eleições europeias, Força Portugal, era uma deliberada manipulação da opinião pública, tentando misturar política com futebol. Está bem.

Mas isto melhora. Porque é que é uma manipulação? Porque a expressão está em muitos cachecóis e anda na boca das pessoas que vão ao futebol e que gostam da selecção nacional. Aaaahhhh...

Ficámos a saber a ideia que o Dr. Ferro Rodrigues tem dos eleitores portugueses. Estúpidos, muito estúpidos. Não é que vão votar de acordo com um slogan que lembra o mundo futebolístico? No momento de votar, não vão pensar quais os candidatos com mais credibilidade, nem qual o partido em que mais podem confiar. Não. Os portugueses, esses idiotas, vão votar num slogan que lembra o futebol. Sabem como é, o povo, estúpido, vai atrás dessas coisas.

Já estou a ver a declaração na noite das eleições: perdemos porque os portugueses tinham na cabeça o futebol! Com um líder da oposição assim, Portugal tem muito mais com que se preocupar do que com o futebol...

Se Ferro Rodrigues acredita mesmo no que disse, já estou também a ver os slogans do PS nas próximas eleições:

Autárquicas: Alé, asmático alé, nós somos a tua voz, queremos esta vitória, e alguns tachos pra nós!

Legislativas: Just do it, com Ferro Rodrigues este até arrepia!

E por aí fora...

O pior é que há aqui uma lógica. O complexo de superioridade da Esquerda portuguesa. Sim, superioridade. Já ouviram os políticos de Esquerda? É vê-los de vernissage para atelier, de festa para cocktail, de colóquio para mesa-redonda, a dizer para quem os quer ouvir: a Esquerda (e só a Esquerda!) é pela solidariedade, pela igualdade, pela liberdade, pela cultura, pela estética, pela intelectualidade, pela ideia, por tudo o que de mais sublime o espírito humano é capaz de produzir.

Isto tem uma dificuldade, claro. Às vezes o povo não atinge. É um problema. Vejam lá, às vezes o povo até prefere o centro-direita e/ou a direita, esses neofascistas despóticos, sempre à procura de maneiras de explorar o próprio povo!

Só há uma solução: ser a vanguarda do povo! Esta ideia está sempre subjacente no pensamento da Esquerda. No fundo o povo é ingénuo, ignorante mesmo. Pois se não leu Marx, nem Marcuse, nem Gramsci, nem Giddens, como pode ser progressista?! A Esquerda acredita que tem de educar os portugueses e, enquanto não chega lá, pede aos portugueses que nela confiem porque sabe o que é melhor para eles.

Vão esperando...

PS(D): Já viram os cartazes do PS? Não há lá um cartão amarelo? Não tem nada a ver com futebol, pois não?

Fernando Bravo

Abril 2004

 

www.jsd-litoral-porto.org     info@jsd-litoral-porto.org